"Ando devagar porque já tive pressa..."

"Ando devagar porque já tive pressa..."
"Ando devagar porque já tive pressa..."

25/06/2012

Perfeito Amor


Te envolvendo em meus braços te sinto pleno
Plenamente livre para voar
E nesta plenitude me embriago
E não sei mais nada, nada, além de amar

Te sinto e esqueço toda a dor do inicio
Até parece que sempre te acolhi
Em meus braços cheios de carinho e dengo
E sempre te vi assim, feliz

Eis o segredo dessa felicidade
Essa verdade de te ter assim
Livre pra ir e vir quando quiseres
E nada mais querer além de estar aqui

Perto de mim, em meus braços envolvido
Me sentindo tanto quanto te sinto aqui
Me desejando, me querendo tanto
Que me encanto e quero sempre assim

Sem exigências, sem cobranças, nada
Só vislumbre certo do que podemos ser
Se o perfeito amor fizer em nós pousada
E a síntese de nós dois acontecer
Lola (24/06/12)

21/06/2012

Quero Amar-te




Em versos desmedidos quero amar-te
A Deus peço sempre a minha parte
Que está em ti e que não abro mão
Porque meu coração virou tua casa
Fez morada em mim essa paixão
E hoje se te vejo e não me vêz
Fito-te, sinto-te, sempre, a cada vez
E não me canso nunca de te ver
Pois meu amor, só por  ti ri e chora
Se demoras é sempre dele o meu sofrer
Não me furtes de tua presença linda
Mesmo que não me queiras, não me digas
Que eu também sou o teu amor
Só não me deixe nunca, por favor
Ficar sem um pouquinho disso tudo
Que é esse mundo em que habitas
E que a cada dia fica mais bonito
Pura e simplesmente por te ter

Lola (21/06/12)

04/06/2012

Rio, Hiato e Você




Entre mim e você existe um rio
De águas caudalosas que me metem medo
Entre nós dois há um hiato
Um silêncio que me faz transpor as águas
Me jogar com tudo e me afogar em lágrimas
Já que não lhe encontro, não lhe vejo
Água e hiato servem a algum propósito
Mas eu aposto que o meu é bem melhor
Mesmo que eu esteja na pior
Meu sentimento encontra a luz do sol
E me alimenta de esperança e entusiasmo
E assim, mesmo se eu não lhe acho, meu coração não se esvazia de você
E disto, muito mais medo eu sinto
Porque não sinto recíproco o meu querer
E vou seguindo entre o rio, o hiato
Mas de fato só você queria ter
Se não me vens me avisa logo, por favor
Assim, de vez naufragarei o meu amor
Nas águas frias deste rio turvo
E juro, nunca mais eu lhe procuro
E só aumento esse hiato a meu favor
Lola (03/06/12)