"Ando devagar porque já tive pressa..."

"Ando devagar porque já tive pressa..."
"Ando devagar porque já tive pressa..."

30/12/2015

Da luminosidade



Na luminosidade que o seu olhar irradia,
a noite faz-se dia.
Como se a lua fosse o sol ardente e, de repente,
tudo o que era tristeza virasse alegria.
Lola (28/12/15)

29/12/2015

Do velho e do novo (amor)



O velho se fez novo e voltou a habitar aqui,
em mim.
E agora, José?
Maria te filmou e em suas reprises diárias não se cansa de te olhar.
E te vê assim, por dentro e por fora,
a se encantar, mais e mais.
E ainda mais sedenta de desejo,
vislumbra o gran finalle - o momento do beijo.
Lola (28/12/15)

27/12/2015

Olhares translúcidos


O verde dos olhos de mata transcende.
E a translúcida cor quase chega aos céus.
Nenhum véu encobre o que cada um comunica -Que coisa bonita! -
E fica no ar a mensagem, quase uma dica:
Não se cansa o olhar de quem quer enxergar o que há de melhor nesta vida.
E se a beleza se encontra nos olhos de quem vê,
posso dizer que ao meu se misturam as cores do arco-íris.
E são tantos matizes que me fazem voltar ao verde da mata.
E me sinto grata pelos olhos que vêem o que o meu coração se permite sentir.