"Ando devagar porque já tive pressa..."

"Ando devagar porque já tive pressa..."
"Ando devagar porque já tive pressa..."

02/11/2008

Os meus mortos

Os meus mortos são mais vivos
Que muitos vivos por aí

Se já não estão mais aqui
Em lugar bem mais guardado
Se encontram dentro de mim
E daqui não sairão

Seja inverno ou verão
Primavera em mim será
Pois jazem dentro de mim
Folhas de outonos passados

Nenhum comentário:

Arquivo do blog