"Ando devagar porque já tive pressa..."

"Ando devagar porque já tive pressa..."
"Ando devagar porque já tive pressa..."

06/02/2010

MAITÊ

Suspiro negro numa noite poética
Rima dos poetas loucos
Ninfa dos bosques recheados de aroma

Bela

Vale o quanto pesa tua beleza infinita
Que dura enquanto assim for

Maitê

Um comentário:

Andre Barbosa disse...

Gostei do "ninfa dos bosques..."

Agora estarei sempre que puder para ler, adoro poesia!
Parabéns!